Entre em contato com o blog perna - Email: blogperna@gmail.com
Perna: 9906 3002 (tim) 991-11-5129 (vivo)

INTERNET

INTERNET

A MELHOR INTERNET DE PAIÇANDU

A MELHOR INTERNET DE PAIÇANDU

terça-feira, 15 de janeiro de 2019

ANIVERSARIANTE DA SEMANA

A imagem pode conter: Marcelo Ferrari, em pé e barba

Obrigado por mais um ano de vida , por mais essa data , que o senhor me guie e me direcione por onde eu for , que tua presença seja essencial na minha vida.

MARCELO FERRARI 

PRONTO ESTAMOS ARMADO, PROBLEMA DO PAIS RESOLVIDO


RESUMINDO NAO MUDOU NADA KKKKKKKKKKKKKKKKKKKK
O presidente Jair Bolsonaro (PSL) assinou na manhã de terça-feira (15) o decreto que flexibiliza a posse de armas no Brasil. A expectativa é de que a medida seja publicada ainda em edição extra do “Diário Oficial da União” desta terça, com efeito imediato.
A assinatura foi feita em um evento no Palácio do Planalto que contou com a presença de ministros e de integrantes da bancada da bala.
“Como o povo soberanamente decidiu por ocasião do referendo de 2005 para lhes garantir esse legítimo direito a defesa, eu como presidente usarei essa arma (disse em referência à caneta que usou)”, disse Bolsonaro no momento da assinatura.
A flexibilização do porte de armas é uma promessa de campanha de Bolsonaro. Poucos dias antes de assumir a presidência, ele usou as redes sociais para informar que usaria um decreto para modificar as regras.
Entre os pontos previstos que o texto deveria alterar estão o período exigido para renovação da posse e a discricionariedade. A ideia era ampliar de 5 para 10 a validade e retirar a exigência de autorização feita por um delegado da Polícia Federal.
A posse de armas atualmente no Brasil é regulamentada pela lei federal 10.826, de 2003, conhecida como o Estatuto do Desarmamento. De acordo com ela, são necessárias algumas condições para que um cidadão tenha uma arma em casa, como ser maior de 25 anos, ter ocupação lícita e residência certa, não ter sido condenado ou responder a inquérito ou processo criminal, comprovar a capacidade técnica e psicológica para o uso do equipamento e declarar a efetiva necessidade da arma.
Hoje a declaração de necessidade é feita pela Polícia Federal, que pode recusar o registro se entender que não há motivos de posse para o solicitante. Segundo especialistas, uma pessoa que mora em um local ermo, afastado de delegacias e batalhões de polícia, ou alguém ameaçado, por exemplo, tem mais chances de conseguir a autorização. O rigor com a comprovação da necessidade também pode variar de acordo com o estado e a cultura local.
Caçadores, colecionadores e atiradores desportivos também podem ter a posse de armas, mas o registro é realizado pelo Exército e segue critérios específicos para cada categoria. Para atiradores, por exemplo, é preciso comprovar a participação em clubes de tiro e competições.
A posse, de acordo com a lei, significa que o proprietário pode manter a arma apenas no interior da sua casa ou no seu local de trabalho, desde que seja o responsável legal pelo estabelecimento.
No Estatuto do Desarmamento, estava prevista a realização de um referendo, em 2005, para que a população respondesse à seguinte pergunta: “O comércio de armas de fogo e munição deve ser proibido no Brasil?”. Com 63,94% dos votos válidos, o “não” ganhou. Com isso, o comércio permaneceu legal no país.
PORTE
Já o porte é proibido para os cidadãos brasileiros, exceto para membros de Forças Armadas, polícias, guardas, agentes penitenciários e empresas de segurança privada, entre outros. É preciso demonstrar a necessidade do porte por exercício de atividade profissional de risco.
Quando uma pessoa tem o registro de porte ela está autorizada a transportar e carregar a arma consigo, fora de casa ou do local de trabalho. É proibido para os cidadãos brasileiros, exceto para membros das Forças Armadas, polícias, guardas, agentes penitenciários, empresas de segurança privada, entre outros. É preciso demonstrar a necessidade do porte por exercício de atividade profissional de risco ou de ameaça à sua integridade física.
O porte é vinculado ao registro da arma. Isso significa que uma pessoa com porte não pode andar com qualquer arma, mas com aquela para qual obteve a autorização. Também pode ser temporário e restrito a determinado território.
O decreto presidencial que regula o Estatuto do Desarmamento diz que “o titular de porte de arma de fogo para defesa pessoal […] não poderá conduzi-la ostensivamente ou com ela adentrar ou permanecer em locais públicos, tais como igrejas, escolas, estádios desportivos, clubes, agências bancárias ou outros locais onde haja aglomeração de pessoas em virtude de eventos de qualquer natureza”. Isso, contudo, é estabelecido por decreto, e pode ser mudado pelo presidente sem necessidade de autorização do Congresso.
Segundo o estatuto, o porte é revogado caso o portador seja detido ou abordado “em estado de embriaguez ou sob efeito de substâncias químicas ou alucinógenas”.
COMÉRCIO E REGRAS
Apesar dos limites atuais, cerca de seis armas são vendidas por hora no mercado civil nacional, segundo dados do Exército obtidos via lei de acesso à informação pelo Instituto Sou da Paz. Neste ano, até 22 de agosto, haviam sido vendidas 34.731 armas no total.
Além das vendas recentes, o número de novas licenças para pessoas físicas, concedidas pela Polícia Federal, tem crescido consistentemente nos últimos anos. Passou de 3.029, em 2004, para 33.031, em 2017.
O número de novos registros para colecionadores, caçadores e atiradores desportivos, dados pelo Exército, também subiu. Em 2012, foram 27.549 e, em 2017, 57.886. No total, hoje, são mais de meio milhão de armas nas mãos de civis: 619.604.
COMO É A REGULAÇÃO DE ARMAS EM OUTROS PAÍSES?
Os especialistas contrários à liberação do porte de armas dizem que a tendência atual é de restrição e é raro encontrar um exemplo de um país que esteja afrouxando leis. Abaixo, veja o que é preciso fazer para obter uma arma em oito países.
– Austrália: Tem leis muito restritivas, e a posse é liberada apenas em casos excepcionais (geralmente para caçadores, colecionadores ou fazendeiros em áreas isoladas). Para ter a licença é preciso passar por cursos de cuidados no manuseio, teste escrito e teste prático. Além da avaliação dos antecedentes criminais, há casos em que a polícia entrevista familiares e vizinhos. A legislação mais dura foi aprovada no fim dos anos 1990, pouco depois de um massacre que matou 35 pessoas e feriu 23 em Port Arthur, em 1996. Depois da lei, cerca de 650 mil armas foram confiscadas.
– Alemanha: Para conseguir uma licença, é preciso comprovar que a pessoa corre risco, demonstrar que é colecionadora ou fazer parte de clube de tiro. O candidato passa por avaliação que leva em conta antecedentes criminais, saúde mental e uso de drogas. Caso seja concedida, a permissão é revisada a cada três anos. Para manter a arma em casa, é preciso permitir inspeções não anunciadas da polícia, que verifica se o armamento está guardado em local seguro.
– África do Sul: É muito difícil obter uma arma legalmente. O processo é lento e inclui aulas de tiro, entrevistas com familiares, checagem de histórico criminal e de uso de drogas e inspeção no local onde a arma será guardada —tudo isso antes que a compra seja autorizada. Nas cinco maiores cidades do país, os homicídios caíram 13,6% ao ano nos cinco anos posteriores à aprovação da legislação atual, o que aconteceu nos início do anos 2000.
– China: Em geral, os chineses que moram em cidades são proibidos de ter armas em casa —elas precisam ser guardadas em depósitos especiais. Para obter a permissão para comprá-las, é necessário apresentar uma justificativa e demonstrar conhecimento sobre uso seguro e manuseio. Também há avaliação do histórico policial e da saúde mental da pessoa.
– Estados Unidos: É o país com maior taxa de armas por habitante do mundo. Para ter uma arma, basta passar por uma checagem instantânea de antecedentes criminais, mas isso não é necessário se a compra for realizada com um vendedor privado, em vez de em uma loja —cerca de um terço dos compradores não passou pela checagem, segundo estudo de Harvard. Em alguns estados há maiores restrições, mas em geral elas incluem apenas mais tempo de espera pela liberação da compra ou checagem mais aprofundada do histórico do comprador. Há mais de 50 mil lojas de armas no país.
– Japão: Tem das leis mais rígidas do mundo. O longo processo para obter a permissão para comprar uma arma envolve aulas de tiro (que também precisam ser autorizadas), teste escrito, teste prático, avaliação psicológica e psiquiátrica, entrevista com a polícia para explicar por que a arma é necessária, avaliação rigorosa de histórico criminal e de relações pessoais (também é avaliado se a pessoa tem dívidas) e inspeção policial do local onde a arma será armazenada.
– México: Há apenas uma loja de armas em todo o país e ela fica na capital, Cidade do México. Para obter a permissão do governo, é preciso atestado que comprove que a pessoa não tem antecedentes criminais. Também é necessário ter emprego fixo e renda.
– Reino Unido: A posse só é permitida para caçadores ou membros de clubes de tiro. Quem requer a permissão precisa passar por checagem de antecedentes criminais e entrevista domiciliar com a polícia, que verifica o local onde a arma será guardada
– Rússia: É preciso ter autorização para caça ou justificar a necessidade da arma para defesa pessoal. O requerente passa por testes relativos ao manuseio do armamento, primeiros socorros e legislação, além de avaliação psicológica e de antecedentes criminais.

prefeitura de Paiçandu comunica


FRASE DO DIA

A imagem pode conter: Sergio Rudimar Novelli, sorrindo, terno

O importante é aquilo que você é, não importa qual é a sua profissão, aquilo que estudou ou estuda, o que importa é aquilo que carrega em seu coração, não despreze ninguém, todos têm algo pra ensinar e você sempre terá algo a aprender.

 Fonte Sergio Novelli 

segunda-feira, 14 de janeiro de 2019

EM PAIÇANDU PAI JOGA ÁLCOOL EM CRIANÇA DE 40 DIAS PARA ATEAR FOGO



A Policia Militar prendeu nesta tarde de hoje no Jardim Bela  Vista 2, um homem de 22 anos de idade acusado de tentar contra avida do seu próprio  filho, um bebé de 40 dias de vida, apos uma discussão  com sua companheira e mãe da criança na qual ele e acusado também de agredir, Nao se contentou com as agressões e jogou  álcool na criancinha e tentou atear fogo na mesma. Por sorte foi impedido pela própria mãe e vizinho. que chamaram a Policia, foi preso em fraguante.

Iluminação pública: troca de lâmpadas

A imagem pode conter: uma ou mais pessoas e atividades ao ar livre
Recebemos diversos pedidos da população para que seja feita a troca de lâmpadas nos postes que fazem a iluminação pública. Diariamente a equipe realiza esse serviço atendendo o cronograma por ordem de pedido.
Necessitamos que a população nos ajude a identificar os locais que precisam, estamos sempre trabalhando para que a nossa cidade seja sempre um lugar seguro para todos.
Faça sua solicitação pelo telefone 44 3244 8420.

domingo, 13 de janeiro de 2019

vai entende ze



A procuradora-geral Raquel Dodge arquivou inquérito no qual o senador Aécio Neves (PSDB), candidato a deputado federal nas eleições deste ano, era investigado por supostamente enviar registros bancários falsos à CPMI dos Correios, em 2005 e 2006. A decisão foi divulgada no mesmo dia em que outro tucano, o ex-governador do Paraná Beto Richa, foi preso em operação realizada em Curitiba. Dodge alega que não há provas para manter a investigação. "Considerando que não há, no momento, suporte fático e jurídico para dar continuidade à investigação, ante a falta de elementos mínimos de materialidade e de autoria delitiva, com base no artigo 231-§4º do Regimento Interno do Supremo, promovo.
Interno do Supremo, promovo o arquivamento deste inquérito, ressalvando a possibilidade de revisão em caso de surgimento de novos elementos", avaliou Dodge. O inquérito foi aberto para apurar se Aécio e outros políticos teriam praticado crime durante os trabalhos da CPMI dos Correios e se teria havido conivência do então presidente da comissão, o então senador Delcídio Amaral, "de modo a beneficiar Aécio Neves e Clésio de Andrade, governador e vice-governador de Minas, respectivamente, à época".

sexta-feira, 11 de janeiro de 2019

FALTA DE UMA CAMAÇADA DE PAU NO LOMBO

A imagem pode conter: texto
Escola Municipal Vereador Antonio Linares sofre vandalismo durante as férias.
No retorno das atividades do ano letivo, a equipe pedagógica foi surpreendida com atos de vandalismo na Escola Municipal Vereador Antonio Linares.
Mesmo com as férias escolares o local é cedido para a comunidade, para a prática esportiva na quadra que fica ao lado, no entanto, grades foram arrancadas, pisos quebrados, banheiros foram depredados.
Essa ação reprovável implica em custos para o município e prejuízo para a comunidade. Pedimos a colaboração de todos no uso do bem público

Grave acidente na BR-376 deixa um morto



Uma pessoa morreu e duas ficaram feridas em um acidente grave na BR-376 na tarde de ontem (10). Dois caminhões colidiram no km 341 da rodovia, em Ortigueira, e um carro também foi atingido.

Segundo informações da concessionária que administra a via, o motorista de um dos caminhões, carregado com carga de madeira não resistiu aos ferimentos e morreu. O homem residia em Arapongas e foi identificado como Alido César. O motorista do outro caminhão sofreu ferimentos. 
Uma pessoa que estava no veículo envolvido no acidente também ficou ferida. Os feridos foram encaminhados ao Hospital da Providência em Apucarana.


Foto: Sandro Henrique Freitas Duarte

quinta-feira, 10 de janeiro de 2019



Um homem morreu atropelado na tarde desta quinta-feira (10) nas imediações da réplica da torre Eiffel, na PR-323.
Segundo informações preliminares, ele desceu de uma caminhonete Chevrolet S-10, com placas de Joinville (SC), para conversar com uma  equipe da policia Militar ROTAM  que estava do outro lado da via, momento em que voltou não prestou atenção no transito acabou sendo colhido por uma caminhonete Ford Ranger, com placas de Umuarama.

Fonte Benedito teria chegado a Umuarama em sua caminhonete S10, com placas de Joinvile. Ele estaria cansado e pediu para um amigo que reside em Francisco Alves para que o buscasse. OBemdito conversou com este amigo, que estava dirigindo a caminhonete.
Eles seguiam para Francisco Alves e Benedito iria ficar hospedado na casa do colega.
Conforme o relato do amigo, pouco antes de o acidente ocorrer, eles passaram por um veículo que estava em ziguezague na pista da PR-323. Nas proximidades os dois viram uma viatura da Polícia Rodoviária Estadual e pararam para comunicar aos patrulheiros sobre o veículo que era conduzido perigosamente na rodovia.
Quando Benedito estava voltando para a S10, do outro lado da pista, foi atingido por uma caminhonete Ford Ranger, que seguia em direção a Perobal – mesmo sentido que o condutor da S10 se dirigia.
O motorista da Ranger é um jovem de Umuarama, que passou no vestibular recentemente. Ele seguia com sua avó para Iporã e ficou bastante abalado com o acidente.
Equipes do corpo de bombeiros e do Samu estiveram no local e constataram o óbito de Benedito. O IML fez o recolhimento do corpo e a família da vítima já foi comunicada.
Informações são de que ele era empresário do ramo de transporte em Itápolis.
Um dos policiais rodoviários que estava no local e viu o acidente informou que tem 22 anos de atuação e nunca presenciou fato tão impactante